Página 1 de 1

Moreirense-Desp. Aves, 3-2 (destaques)

MensagemEnviado: 30 nov 2019, 18:02
por Maria Coelho
https://www.iol.pt/multimedia/oratvi/multimedia/imagem/id/5de2a43a0cf2a6f042bdb4f1/1024

Bis de Fábio Abreu na cambalhota

FIGURA: Fábio Abreu
O angolano regressou ao onze do Moreirense justificou a aposta com muita luta na frente de ataque e frieza capacidade finalizadora quanto baste para decidir o jogo. Marcou dois golos plenos de oportunidade no coração da área, primeiro com um golpe de cabeça de excelência e depois ao estar no sítio certo à hora certa para bisar. Boa prestação do atacante, que ganha pontos na luta com Nenê pelo lugar de ponta de lança do Moreirense. Atingiu a mão cheia de golos esta época.

MOMENTO: expulsão de Falcão (13’)
O jogo transfigurou-se e, caso este lance não tivesse acontecido a história poderia ter sido outra. Falcão foi à bola de sola e acabou por calcar Fábio Pacheco, sendo que Manuel Mota não teve dúvidas e expulsou o jogador do Aves, ficando a equipa de Nuno Manta Santos reduzida a dez unidades para 77 longos minutos.

OUTROS DESTAQUES

Mehremic
Estreia a marcar ao nono jogo. O defesa central bósnio atacou bem a bola, chegando ao golo numa fase preliminar do jogo. Esteve regular nas tarefas defensivas, sendo um dos mais criteriosos da equipa avense. Traído no lance do penálti.

Luther Singh
Está nos dois golos do Moreirense ao tirar os dois cruzamentos para a área. Bateu o canto em que Fábio Abreu marcou e livrou-se depois de um adversário antes de cruzar para o segundo. Faz a diferença a qualquer momento. Disparate no penálti cometido.

Welinton
Por norma é dos mais perigosos do Aves. Com o figurino do jogo a sua velocidade foi ainda mais solicitada. Podia ter feito mais em contra-ataque, mas ainda assim as suas iniciativas foram o que de melhor o Aves fez.

Filipe Soares
Valor acrescentado no meio campo do Moreirense. Emprestou qualidade ao setor intermediário dos Cónegos com qualidade de passe e sobriedade na hora de soltar o esférico.

In Mais Futebol