Redes Sociais

twitter facebook

Houve heróis, mas não foram menos os vilões...

Houve heróis, mas não foram menos os vilões...

Mensagempor admin em 02 dez 2019, 02:42

https://www.zerozero.pt/wimg/n269956b/houve-herois-mas-nao-foram-menos-os-viloes-.jpg

A BRILHAR Avançado 29 anos Sandro Lima O mais decisivo É o homem-golo desta equipa e é difícil entender como andou tantos anos nas divisões secundárias em Portugal. Uma vez mais, mostrou muita qualidade e frieza. Batalhou contra os dois centrais do Sporting e ganhou muito mais do que perdeu, o que é notável para quem ataca. Tem muito mérito no primeiro golo, marca o segundo e só a limitação física o impediu de estar em campo para fazer mais mossa. Médio 22 anos Bozhidar Kraev Fiel escudeiro Se Sandro Lima ficou com o ouro, Kraev fica com a prata, se bem que o seu destino é um voo mais alto. Está a afirmar-se bem nesta equipa e a demonstrar que é jogador para outros palcos, num desempenho que varia entre o médio ofensivo e o segundo avançado, entre o jogador de corredor central e o de lateral, entre o que apoia as faixas e o que surge em zonas de finalização. É um jogador completo e esta foi mais uma prova da sua grande qualidade. Defesa 24 anos Ygor Nogueira Tentassem ir à volta Por ele, não passavam. O rei do desarme (foi quem mais desarmes contou neste desafio) ganhou também todos os duelos, pelo ar ou pelo chão, numa exibição imaculada e de betão numa defesa que, também convém que se diga, não teve tanto trabalho como provavelmente estava a contar. Luiz Phellype ainda estará no seu bolso. Médio 22 anos Wendel Quando deu conta, tinha de ser ele Numa primeira parte completamente apática do leão, Wendel fartou-se de ver a inércia coletiva e começou ele a reagir. Mais pela esquerda, inventou a primeira oportunidade, numa tabela com um adversário, e depois seria dele o golo, numa boa desmarcação. O mal foi que, na altura de mexer, também teria de ser ele a sair, o que nenhum resultado positivo trouxe. Médio 25 anos Bruno Fernandes Aquele passe... Para o que nos habituou, não foi, de todo, dos melhores jogos de Bruno Fernandes. Teve sempre a bola muito distante do último terço (por alguma razão não fez qualquer remate em todo o jogo) e não foi capaz de grandes números, o que, ainda assim, não deixa de lhe valer a habitual presença neste segmento. Fez vários passes de rutura e teve como ponto alto o espetacular passe para Wendel marcar. Avançado 24 anos Zakaria Naidji Esta eficácia... Não iria estar aqui por outra razão. Entrou no jogo numa fase em que era importante defender a vantagem e ser solidário com a equipa, o que fez com sucesso em termos posicionais. Só tocou quatro vezes na bola nos 26 minutos em que esteve em campo: fez um passe e depois conduziu a bola desde o seu meio-campo até à área contrária, onde um simples toque tirou dois adversários do caminho para depois o avançado finalizar com muita classe. NO BOLSO Guarda Redes 32 anos Denis Podia ter deitado tudo a perder Pode parecer duro colocá-lo aqui, mas, olhando com frieza para os dados do jogo, o Sporting apenas fez dois remates à baliza: no primeiro, fez boa mancha a fechar o caminho a Jesé; no segundo, deixou escapar com culpas o fraco remate de Wendel. Felizmente para a equipa, uma falha sem consequências. Defesa 26 anos Tiago Ilori Cada vez mais difícil entender Tiago Ilori tem qualidades e essas foram visíveis quando despontou no Sporting, mas o seu regresso ao clube leonino tem sido desastroso e percebe-se pelo seu semblante que não está feliz com a situação. A forma como falhou no primeiro golo é demonstrativa de uma gritante falta de confiança e de concentração, pois falhar o passe pode ser normal, mas depois não ter a capacidade para procurar colocar o adversário fora de jogo é bem mais difícil de entender. Defesa 28 anos Marcos Acuña Mesmo com a tal experiência... No fim do jogo, Silas e Vítor Oliveira estiveram de acordo que ao Sporting faltam jogadores com outro estofo e experiência, mas... como explicar que um dos que cometeram erros infantis foi um internacional argentino, que regularmente vai à seleção e joga na albiceleste? Todos têm direito a um dia menos bom, mas não se esperava que fosse Acuña a deitar tudo a perder da forma como cometeu o penálti. Além disso, cruzou bem em várias situações, mas... para ninguém. Podem respirar de alívio Luiz Phellype, Jesé e Doumbia, que não mereciam menos estar neste segmento dos piores em campo.

Texto retirado do zerozero.pt
Avatar do Utilizador
admin
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 282182
Registado: 21 set 2011, 23:13

{ SO_SELECT }

{ SHARE_ON_FACEBOOK } Facebook { SHARE_ON_TWITTER } Twitter { SHARE_ON_ORKUT } Orkut { SHARE_ON_MYSPACE } MySpace

Voltar para Gil Vicente Futebol Clube

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante